28 novembro 2014

Gémeos verdadeiros e falsos



Qual a diferença entre gémeos verdadeiros e falsos? Embora muitas pessoas saibam, também há muitas que desconhecem estas designações e o que as distingue. Era algo que eu própria, até descobrir que ia ser mãe de gémeos, desconhecia. Por isso hoje peguei num livro que comprei quando estava grávida (um guia completo desde a concepção até aos 6 anos da criança!) para transcrever parte de uma página que fala só sobre gémeos e onde é apresentada uma breve definição para cada um destes termos, gémeos verdadeiros (no livro chamados de gémeos idênticos) e gémeos falsos (no livro chamados de gémeos irmãos).

"Entende-se por gravidez múltipla aquela em que se desenvolvem dois ou mais fetos; em particular, recebe o nome de gemelar quando são dois, tripla se são três, etc. A gravidez múltipla é excepcional na espécie humana, considerando-se uma das chamadas «anomalias de concepção» e, portanto, uma gravidez de risco. A propensão para ter gravidezes múltiplas é hereditária, mas ainda se desconhecem as causas dessa hereditariedade.
Podem ocorrer circunstâncias diversas na gravidez múltipla:

  • gémeos idênticos. O óvulo fecundado, no início do seu desenvolvimento, divide-se em duas ou mais partes iguais por causas desconhecidas; cada uma destas partes começa a sua segmentação, isto é, começam a formar-se ao mesmo tempo dois ou mais indivíduos do mesmo sexo e muito semelhantes entre si: gémeos homozigóticos.



  • gémeos irmãos. Excepcionalmente, ocorre uma ovulação dupla (ou tripla, quádrupla, etc.). Dois ou mais espermatozóides fecundam esses óvulos, chegando ao mesmo tempo, ou quase, às trompas. Também pode acontecer que se produza uma segunda ovulação quando a mulher já está grávida (um caso ainda mais excepcional). Se este segundo óvulo chega a ser fecundado, ocorrem duas gestações que evoluem separadamente. Os filhos nascidos destes tipos de gravidezes múltiplas assemelham-se como irmãos nascidos em diferentes épocas e podem ser de sexo diferente: gémeos heterozigóticos."



Fonte (texto e imagens com legendas): Atlas ilustrado da gravidez, parto e primeiros anos
distribuído em Portugal por Girassol Edições, Lda.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada por visitar o blog! Deixe um comentário, é importante para mim saber a sua opinião :) :)