30 julho 2015

#6 Sabiam que. . .


... irmãos gémeos podem ter pais biológicos diferentes?
 
 
É uma situação extremamente rara, algo que acontece uma vez num milhão, mas possível, sim. Um caso destes aconteceu em 2009, em Dallas, Texas: Mia Washington deu à luz gémeos, filhos de pais diferentes. Mas como pode acontecer?

A professora clínica de Ginecologia e Obstetrícia na Universidade Columbia, Dra. Hilda Hutcherson, explicou ao jornal americano Today que normalmente as mulheres libertam apenas um óvulo por mês, mas há casos em que são libertados dois óvulos, como aconteceu a Mia. Entretanto, ela teve relações sexuais com dois homens, num período de cinco dias (período durante o qual um espermatozoide pode permanecer vivo no organismo da mulher), tendo sido fertilizado cada óvulo por um espermatozoide de dois homens diferentes.

E assim nascem dois bebés, gémeos, filhos de dois pais! Bolas!...
 
 
Sigam o E assim sou (mais) feliz! no Facebook e no Bloglovin'

29 julho 2015

Socorrismo Pediátrico na Red Apple

 
A semana passada participei numa formação que já tinha debaixo de olho há algum tempo, mas ainda não tinha conseguido fazer: Socorrismo Pediátrico. Apesar de não ter tido oportunidade de escrever sobre isso logo nos dias seguintes, não podia deixar de falar deste workshop que fiz na Red Apple, no Parque das Nações.

Gosto de aprender coisas novas, renovar conhecimentos. Hoje em dia há muitas opções de formação sob as mais variadas formas (workshops, webinars, cursos de longa ou curta duração, etc.) e ainda bem porque acho muito importante estimularmos o nosso cérebro. Além  da minha vontade constante de não ficar parada, o tema deste workshop era algo que me interessava, não só por ter duas filhas pequenas mas por poder vir a ser útil com qualquer outro familiar, amigo, um colega de trabalho, um desconhecido na rua.


 
Durante as oito horas do workshop, foram vários os temas abordados, desde uma apresentação do Sistema Integrado de Emergência Médica (o que é, como funciona), passando pelas complicações mais comuns até às mais extremas e claro, a componente prática, com exercícios de Desobstrução da Via Aérea, Posição Lateral de Segurança e Suporte Básico de Vida. Sendo considerada pediátrica a faixa etária dos 0 aos 18 anos, todos os casos apresentados foram explicados tendo em vista três subdivisões por idade (bebés, crianças e adolescentes / pré-adultos), pois consoante a idade e a fisionomia da vítima, também a forma de atuar varia - mesmo sendo ainda considerada pediátrica a idade de 16 ou 17 anos, alguém desta idade já terá tratamento idêntico ao de um adulto. Conceitos, sintomas, procedimentos a tomar caso a caso, foi tudo muito bem explicado, além de terem sido desmistificadas algumas teorias que por aí se contam... A Enfermeira Patrícia Jorge é uma formadora cinco estrelas! Muito simpática, acessível e experiente, deu-nos vários exemplos práticos e deixou-nos completamente à vontade para colocar dúvidas e darmos os nossos próprios exemplos e testemunhos. Gostei muito de ter feito este workshop com ela.

Saber alguns procedimentos de socorrismo é muito importante, aliás, penso mesmo que deveríamos ter formação nas escolas de forma a abranger o maior número de pessoas possível porque por vezes as manobras de salvamento feitas pelo pessoal médico de emergência não resulta como poderia por não terem sido devidamente prestados os primeiros socorros. Se eu já achava que saber técnicas de primeiros socorros era importante, depois deste workshop fiquei ainda mais certa disso.

Além da importância do tema e de ter ficado satisfeita com a formação em si, foi um dia muito bem passado. Todos os elementos da turma, que não era muito grande, eram simpáticos e bem dispostos; criámos uma boa empatia entre todo o grupo, formadora e formandos. Esta empatia tocou-me em particular porque o workshop era para ter sido numa outra data, mas acabou por ser adiado para... o dia do meu aniversário! E já que não passei o meu dia de anos com a minha família, ainda bem que o grupo era animado! Até tive direito a uma pequena surpresa a seguir ao almoço - um "mini bolo de aniversário" e um postal de Parabéns improvisado :) :)



De referir também a disponibilidade e simpatia da Ana Mendes, da Red Apple, por telefone, mail e pessoalmente. Foi com ela que tratei da minha inscrição e foi também ela que me recebeu com um caloroso "Bom dia! É a Tânia? Então parabéns!" quando lá cheguei naquela manhã. Ter-se lembrado que era o meu aniversário só porque eu tinha comentado isso ao telefone quando falámos sobre o adiamento do workshop foi muito querido da parte dela e deu-me logo um ânimo extra para estar ali naquele dia.



Isso e o ambiente acolhedor da Red Apple, cujo espaço está muito bem conseguido - bonito, luminoso e inspirador. Valeu bem a pena e espero lá voltar!

 


Sigam o E assim sou (mais) feliz! no Facebook e no Bloglovin'

26 julho 2015

Kaliméra! Bom Dia!


Ao longo das últimas semanas muito se tem falado da Grécia, mas não pelos melhores motivos. A grave e instável situação económica do país tem tomado conta dos noticiários, dos jornais e das redes sociais e por isso, para contrariar esta aura negativa, hoje trago-vos algumas fotos bonitas tiradas na ilha grega de Creta, de quando lá estive em lua de mel.

Acompanham-me nesta visita virtual? Vão ver que vão gostar... :)


A piscina do Villea Village, empreendimento onde ficámos: ali ao fundo, à beira da piscina, são oliveiras!


Aqui não se percebe bem, mas duma estrada com duas faixas e bermas largas, os gregos fazem uma terceira faixa de rodagem (mesmo com duplo risco contínuo): buzinam quando se aproximam do carro da frente, que se desvia para a berma, e ultrapassam mesmo que venham carros no sentido contrário, passam os três lado a lado!
Por incrível que pareça, não vimos lá um único acidente...





"Piperia", em português, árvore de pimenta | De tão rara que é lá, disseram-nos que era um ponto de interesse a visitar e na aldeia onde está, têm mesmo esta placa a indicar o caminho





Ruínas de vilas romanas é o que não falta por lá; estas ficam em Makrygialos









 Taverna Kalliotzina, uma das muitas "tavernas" existentes em Creta
Está indicada no livro que nos serviu de guia por lá | Voltámos nessa noite para jantar

As mesas ficam no exterior e nós ficámos mesmo à porta da pequena cozinha (como se percebe na foto) de onde saem tantos pratos típicos e deliciosos! Refeições caseiras, ambiente familiar e muito descontraído!
  


Esta e as próximas oito fotografias foram tiradas em Cnossos, onde vimos a reconstrução do Palácio Minóico de Cnossos feita a partir das ruínas encontradas e as réplicas de alguns frescos conhecidos


Pórtico Sul

Réplica do fresco "O Príncipe dos Lírios", cujo original se encontra no Museu Arqueológico de Heráclion



Sala do Trono



 Acham que a água no Algarve é quente? Ainda não experimentaram esta! Que saudades!!



O calor era tanto que só assim conseguíamos andar sobre as pedras: de chinelos!






Vista fantástica...

 ... nunca um gelado me soube tão bem como aqui!



Adeus Creta!


Então, gostaram das fotos? Eu adorei lá estar e gostei muito de rever estes sítios, estas imagens lindas. Aliás, de há uns tempos para cá tenho vindo a tomar pequenas atitudes no meu dia a dia para me sentir mais positiva, estar de bem com a vida e não me deixar influenciar pela negatividade constante da nossa sociedade, que nos angustia e nos deixa tristes, pessimistas, e ver estas e outras fotos faz-me sorrir e recordar coisas boas, anima-me. Além de ver fotografias que me trazem boas recordações, resolvi que ia passar a rodear-me de coisas e pensamentos bonitos, ia passar a escolher o caminho mais agradável e não o mais rápido para chegar ao destino (a não ser que esteja mesmo com pressa, claro), ia deixar de ver as notícias na televisão e ia "perder" mais tempo no Instagram a ver fotos bonitas e inspiradoras do que no Facebook a ler coscuvilhices e publicações tristes... Ligo o rádio logo de manhã em casa e oiço todo o dia no trabalho (música, para animar e manter a boa disposição, e as breves edições de notícias de hora a hora para me manter informada), a televisão em casa dá desenhos animados durante o dia e as gravações das nossas séries preferidas à noite, e se há alguma coisa que quero saber com mais detalhe, procuro no jornal ou na net. É quanto me basta. Sei que há crise cá, na Grécia e em todo o lado, sei que há crimes e acidentes todos os dias, sei que o Benfica foi campeão, que o Jesus foi para o Sporting e que afinal a Sara Carbonero sempre vem viver para o Porto; sei isso tudo e muito mais, apenas escolho não ser bombardeada todos os dias com as mesmas notícias no mesmo tom alarmante, que tornam as pessoas cinzentas e deprimidas.
E vocês, também procuram viver no lado mais bonito da vida?


Embora não estejam identificadas com o logotipo do blog, todas as fotos deste post são minhas.
Foram tiradas com a minha máquina fotográfica digital antiga, Olympus FE-180, à exceção da primeira,
panorâmica, que o meu marido tirou com o telemóvel Nokia que tinha na altura.


Sigam o E assim sou (mais) feliz! no Facebook e no Bloglovin'

21 julho 2015

O meu kit essencial de cosmética e maquilhagem

Não sou nenhuma expert em cosmética e maquilhagem, sei o básico (muito básico, mesmo!) e o post de hoje não é para ensinar nada a ninguém, mas sim para partilhar a minha rotina diária para sair de casa com um ar minimamente arranjado ;)

Confesso que até há algum tempo, mais propriamente até ao nascimento das princesas, esta minha rotina era inexistente, nem sequer se podia chamar de rotina... Tenho a sorte de ter uma boa pele que não precisa de muito para estar bem, não tenho marcas de maior que tenha de disfarçar com base nem tenho nenhum problema de pele que precise de cuidados específicos, por isso mesmo baldava-me muito... Tentava usar diariamente um creme hidratante e chegava - digo "tentava" porque muitas vezes nem isso aplicava; quando não tinha tempo de aplicar o creme de rosto, aproveitava para passar as mãos na cara ao pôr creme hidratante nas mãos, fazendo um prático 2 em 1 de desenrasque, que não era mais do que isso mesmo...

Depois de ser mãe, algum tempo depois de voltar ao trabalho após terminar a licença de maternidade, comecei por substituir o creme hidratante simples por um BB Cream que numa só passagem hidrata, protege do sol, previne as rugas e dá um leve toque de cor, ajudando a disfarçar o efeito das noites mal dormidas. Este foi, aliás, o principal motivo que me levou a querer um BB Cream - e depois de o experimentar, não usei mais nenhum!

Durante um ano e pouco, usei apenas o Idéalia BB Cream da Vichy mas gradualmente fui acrescentando outros produtos à rotina diária. Comecei por acrescentar uma máscara de pestanas da Shiseido (não é o que me faz mais falta porque felizmente tenho umas pestanas grandes, mas um pouco de rímel fica sempre bem!), que recebi no Dia da Mãe :) :), e passei a usar todos os dias um batom ou um gloss, que antes só punha às vezes, quando me lembrava. Nos dias de trabalho, opto por tons mais neutros (nude, castanho sem brilho ou um gloss rosa muito suave) nos lábios, guardando para os fins de semana os batons  de cores mais vibrantes e vistosas. Sempre gostei de usar cores (batom, sombras de olhos, vernizes de unhas), mas guardava-as para saídas ou dias de festa e ainda continuo a fazê-lo; além de preferir looks mais discretos no meu local de trabalho, também é o mais prático e fácil de conjugar com qualquer outfit :)
Com a chegada do bom tempo e algumas pessoas a irem já para a praia, senti que precisava de mais uma coisa para completar o meu kit de maquilhagem e rotina diária, algo para não parecer tão pálida ao pé das outras pessoas. As minhas férias ainda estavam longe e à medida que o tempo fosse passando ia parecer cada vez mais branca (estou fechada o dia inteiro num escritório, só passeio com as meninas na rua ao fim de semana e nas horas de sol mais fraco, assim é difícil ganhar cor!) - estava na altura de comprar um pó bronzeador! Pequeno pormenor: como disse no início do post, não sou uma expert em maquilhagem e nunca tinha comprado nenhum pó destes... Não queria um pó que me deixasse com um aspeto artificial, de "bronzeado falso", nem um pó demasiado brilhante. Pesquisei um pouco na net e descobri o Sun Powder Sahara Dunes da Make Up Factory, uma edição limitada e recente com um preço muito acessível, comparando com outros do género. Comprei-o e revelou-se uma ótima escolha, já não consigo sair de casa sem ele! Tem três tons que se misturam criando uma cor muito natural, não faz o efeito de "estava branquinha, fui ontem à praia e já fiquei assim" que eu não queria de todo.

Resta-me falar de um outro produto, o Advance Night Repair da Estée Lauder. Confesso que não sou daquelas mulheres que segue o ritual completo dos cuidados faciais (limpar, exfoliar, tonificar, hidratar e não sei mais o quê acabado em "ar", de manhã e à noite) e se aplicar apenas o hidratante era como já vos disse, isto então estava mesmo fora de questão! No entanto, sei que é importante cuidarmos da nossa pele e se não conseguimos cumprir todos aqueles procedimentos, devemos encontrar um meio termo, ainda para mais quando já se passou a barreira dos 30. Há que prevenir agora para não lamentar mais tarde, além de que quero continuar a ser uma mãe jovem e gira! Conto, daqui a uns anos, poder responder a alguém "não, não somos irmãs, somos mãe e filhas!", ah ah ah!! Pois bem, estava eu reorganizar o armário da casa de banho há uns tempos quando encontrei um pequeno frasco castanho da marca Estée Lauder. Já nem me lembrava dele, era uma amostra do sérum Advance Night Repair que vinha com um livro que me foi oferecido pelos meus primos num aniversário (por falar nisso, esse é um dos livros que tenho cá em casa ainda para ler...) e para ser sincera, não fazia ideia do que era aquilo que tinha nas mãos... Depois de pesquisar e de começar a usar, constato que é nada mais nada menos do que um tesouro!! Este sérum é muito, muito bom, repara os danos visíveis na pele, protege-a e reduz os sinais de envelhecimento. O ideal é aplicar de manhã, antes do hidratante, e à noite, mas como já devem calcular, eu aplico só à noite, depois de tirar a maquilhagem. Este foi o único sérum que experimentei até agora mas pelo que li é dos melhores no mercado. Tem um senão: o preço, mas como o sérum é aplicado em pequenas quantidades, mesmo sendo um frasco pequeno rende (e aplicar só uma vez por dia também ajuda a poupá-lo; não é o ideal, mas é suficiente). Entretanto, quando pesquisei sobre esta pequena maravilha, descobri um  outro sérum igualmente bom, o Clinique Smart - Custom-Repair Serum. Indicado para todos os tipos e tons de pele e para todas as idades, também reconhece as necessidades específicas de cada pele, reparando onde e quando é preciso. Em termos de preço, também não é barato, mas fiquei de olho neste porque saiu uma edição limitada em tamanho mini, logo mais em conta! Será provavelmente a minha próxima aquisição em produtos de cosmética ;)

E assim ficou completo o meu kit essencial de cosmética e maquilhagem que em poucos minutos me deixa com um ar saudável, descansado, simples mas composto! Mesmo sendo mãe de gémeas tenho de cuidar de mim, de me sentir bonita. No início pode ser mais complicado termos tempo e até mesmo disposição para nos arranjarmos, mas depois temos de fazer por isso, ser mãe de gémeos não é o fim do mundo :) :)

Idéalia BB Cream de Vichy
Pó bronzeador Sahara Dunes, coleção Sahara Sunset, da Make Up Factory
Pincel de pó retráctil Barbara Hofmann Professional
Perfect Mascara Defining Volume da Shiseido
Batom Attraction Nude (antigo) da Lancôme
Bálsamo de lábios 02 Glam Up, coleção Glow, da Essence
Gloss de longa duração 01 Me & My Icecream, coleção Stay with me, da Essence
Advance Night Repair de Estée Lauder


Quero só mostrar o interior da caixinha do pó bronzeador. Vejam como tem um desenho tão giro, ou melhor, tinha, que agora já não está assim!




E agora, é continuar à espera das minhas tão desejadas férias, para ver se ganho uma corzinha verdadeira! Até lá... um ou outro gelado para animar a malta!


 
Sigam o E assim sou (mais) feliz! no Facebook e no Bloglovin'